sábado, 20 de janeiro de 2018

Testemunho de restauração de casamento e cumprimento de promessa


Deus com certeza é fiel e quando nos submetemos a Sua vontade a obra se concretiza com primor, estou feliz pelo que o Senhor fez na vida do nosso irmão Walter, restaurou seu casamento e não deixou que mais uma família fosse destruída. Mais feliz ainda, pois o Walter quando entrou em contato me relatou que quando Deus restaurasse seu casamento ele engrandeceria seu santo nome e ajudaria a todos que viesse em busca de auxílio, assim ele tem cumprindo sua promessa. Testemunho maravilhoso e muito edificante, recomendo que assistam!!!

Sol 

quarta-feira, 10 de janeiro de 2018

Eu não merecia nada, mas Deus me deu tudo e restaurou meu casamento


Grandioso é o nosso Deus, poderoso e infinito em suas misericórdias, hoje é o dia de glorificarmos ao nosso Senhor pela restauração do casamento da nossa irmã Ana Carla, tão nova e com casamento recente passou por todo o processo do deserto para se achegar mais perto de Deus. Muitas vezes nem entendemos o porquê temos que passar por tantas adversidades, mas no fundo sabemos que Deus tem um plano na vida de cada um e ninguém foge da mão potente do Senhor. 

"Ana Carla estou muito feliz por você ter sido agraciada com essa maravilhosa obra de Deus, fico emocionada em ver seu crescimento como mulher sábia e na sua vida espiritual, tenho absoluta certeza que de agora em diante nada será como antes, você tem um pai que não dorme e nem tosqueneja, zela por ti 24 horas, seja grata por tamanho amor e prossiga colocando sempre Deus a frente de tudo. Deus abençoe seu casamento e seu lar."

Sol
...............................................................................................................

Eu não merecia nada, mas Ele me deu tudo. Louvado seja o nome do nosso Deus, mesmo eu sendo tão falha, tão pequena e incapaz Ele me olhou com seus olhos de amor, pela sua Soberana vontade e Potente mão, me devolveu o que havia retirado por um breve período.

Obrigada Deus, não somente pela restauração do meu casamento, mas por ser tão bondoso e me conceder esse testemunho que tanto te pedi!!!

Bom irmãos, aqui vou contar um pouco da minha história. Eu e meu marido nos casamos e vivemos tão pouco tempo juntos que imaginei que nunca teríamos volta. Nos casamos no final de 2015 e com apenas 7 meses juntos, em junho de 2017 meu digníssimo se sentiu insatisfeito e quis se separar. É claro, vinham acontecendo uma série de situações, nós dois muito imaturos e sem responsabilidade de casamento deu no que deu.

Eu sempre fui muito insegura e via problema em tudo, fui muito briguenta, mandona e controladora. Meu marido por outro lado, mimado por todos de sua família, sempre muito acostumado a viver “livre” se sentiu totalmente preso comigo e começou a ver seus amigos todos se divertindo com a vida de solteiros. No trabalho ele via como esses amigos eram “felizes” aí chegava em casa e eu só sabia reclamar, cobrar e controlar.

Certa vez ele me disse que eu estava querendo ser o “homem da casa”, me envergonho até hoje por todo aquele episódio. Em um belo dia, peguei uma mensagem no celular dele com outra mulher, não tinha nada demais, apenas um “Bom dia”, mas aquilo foi motivo para que eu aprontasse o maior barraco. Me exaltei como nunca e meu marido já cansado e esperando somente uma brechinha para ir embora, pegou suas coisas e deu no pé.

Ali começou o meu deserto... Então nosso casamento foi somente isso descrito, parece que estávamos apenas “brincando de casinha”, mas a realidade era bem mais complexa. Eu sempre quis que nossa relação durasse para sempre, mas não fazia ideia do que essa união significava, com a separação me senti completamente perdida, sem chão.

Com 23 anos de idade, um casamento que durou apenas 7 meses, prestes ao divórcio e morando sozinha, eu só queria sumir!!! Desesperada procurando algo que aliviasse a dor da separação e me ajudasse a superar tudo aquilo, procurei ajuda em vários blogs e canais do Youtube, dentre eles achei o Blog da Sol, o Restaurar Casamentos, pedi ajuda e comecei minha busca por Deus. 

Aprendi a buscar a Deus não só pela restauração do meu casamento, mas por ter Sua Companhia comigo. Para ser sincera eu achava que não tinha mais jeito para ter meu casamento de volta, pelo pouco tempo que vivemos juntos e também pela forma que meu esposo estava quando foi embora.

Nessa separação ele perdeu mais de 20kg, encheu o corpo de tatuagens, se envolveu com outras mulheres, mas disse que sempre as comparava comigo e então isso o frustrava por não conseguir me tirar da cabeça.

Enfim, completados os 6 meses de deserto, ele que havia tido o celular roubado, comprou outro e pediu meu número para alguém e começou a puxar papo, depois de 5 meses sem contato. E eu o tratei muitíssimo bem, isso o surpreendeu e deu espaço para que ele se mostrasse arrependido pelo que fez. Conversamos o dia todo e à noite ele saiu da sua cidade e veio me ver, conversamos muito.

Pedi conselhos a Sol e ela me disse “não cobre nada”, “aceite o que ele disser”, “ouça mais e fale menos”, e foi isso que eu fiz. O que me deixou mais surpresa é que ele disse que nesse tempo, nunca passou nem um dia sem pensar em mim e nunca me procurou por causa do orgulho e que esperava que eu o procurasse.

A minhas orações a Deus sempre foram para que colocasse saudades no coração dele, fizesse sentir minha falta e renovar o nosso amor, e foi exatamente assim que Nosso Senhor fez, ele disse que estava morrendo de saudades. Tudo que via, fazia-o lembrar de mim e foi assim que decidiu me procurar.

Nós conversamos muito, ele dormiu em casa e no dia seguinte me mandou um buquê de flores no trabalho (coisa que sempre disse não fazer, pois achava insignificante). Para honra e glória do Senhor estamos juntos, nossas famílias já estão sabendo e teremos que esperar esse mês de janeiro acabar para voltarmos a morar juntos, pois ainda preciso me mudar para a cidade que ele mora. Estamos muito felizes, só Deus poderia fazer o que aconteceu.

Irmãos, em dezembro aceitei o convite do irmão Douglas (participante do Restaurar) para participar de um jejum, esse jejum e as pregações contidas no grupo, me ajudaram a entender e reconhecer a minha total dependência de Deus e a Soberania d’Ele. Foi um divisor de águas na minha vida, onde aprendi a descansar e com apenas 7 dias depois do término do jejum, Deus restaurou meu casamento.

Ainda existem questões a serem resolvidas, meu marido não veio montado em um cavalo branco, acho que as maiores mudanças foram em mim, mas já glorifico a Deus, sei que a obra será concluída e Deus nos lapidará.

Só tenho a agradecer a Sol, ao irmão Douglas e todos da família Restaurar, Deus usou a vida de vocês para me mostrar que Ele é Maior que qualquer deserto e com apenas uma palavra, transforma qualquer situação.

Irmãos, depois do que Deus fez na minha vida, acredito que Ele possa restaurar qualquer casamento, pode transformar qualquer situação. Não movi nenhum dedo para que a restauração acontecesse, mas em meu quarto as orações sempre foram intensas. Mais do que a restauração e qualquer outra coisa, ganhei intimidade com Deus e Ele me ajudará a ser uma esposa sábia.

Edificarei meu casamento n’Ele e em intercessão pela vida do meu marido farei tudo o que com palavras e cobranças não conseguiria fazer. Até mesmo nos momentos mais improváveis, Deus é bom o tempo todo, o tempo todo Deus é bom!!!

Ana Carla
aninhapf13@hotmail.com

terça-feira, 9 de janeiro de 2018

Deus ressuscitou o que estava morto e restaurou meu casamento


Toda honra e toda glória sejam dadas ao nosso Deus maravilhoso, que ressuscita mortos, que opera milagres e que restaura casamentos. Hoje é o dia de glorificarmos a Deus pela restauração do casamento da nossa irmã Gislaine, ela como muitas que testemunharam aqui tiveram um encontro maravilhoso com o Senhor e tiveram que submeter-se aos conselhos, sua sábia palavra e seu auxílio, foram moldadas para serem mulheres sábias de excelência.

"Gislaine estou muito feliz por sua família ter sido restaurada e mais feliz ainda por você ter aprendido a confiar somente em Deus, que você tenha um lar de paz e que sua família seja exemplo de amor em Cristo Jesus".

Sol
................................................................................................................
Vou começar com esse versículo porque fala muito comigo.

 “Antes eu conhecia só de ouvir falar, mas agora te vejo com meus próprios olhos” (Jó 42:5)
A graça e paz irmãos venho aqui contar esse testemunho, com muita alegria, Deus é o Deus do impossível mesmo. Sou casada há 10 anos e há 10 meses estávamos separados, no começo achei que era bom estava aliviada da separação, irmãs engano meu, passados alguns meses comecei a ver o engano que tinha cometido, como tinha sido chata, uma esposa gastona até mesmo mentirosa e outras coisas mais. Então, Deus começou a tratar comigo, porque antes me achava superior a meu esposo por ser sempre crente, estava sempre na igreja achava que sempre estava certa, que engano!!!

Deus estava me mostrando tudo que eu era, um dia pensei Deus está me mostrando, mas para eu não fazer nada, aí fui procurar na internet “restauração de casamento”, sabia que Deus restaurava conheci o site Atalaia de Deus, e o leque foi se abrindo, a Ágatha, mulher de Deus e a Sol do blog Restaurar Casamentos me ajudaram muito. 

Vi vídeos e falei sobre restauração para duas amigas de oração, uma minha irmã e outra minha amiga, então a partir daí começou a dor, sofrimento. Minha irmã desde o início falava e achava que eu deveria lutar pelo meu casamento, mas o orgulho não deixava, quando eu disse que lutaria ela glorificou a Deus. 

Meu esposo era muito bom, nunca me desamparou, sempre dizia que me amava ainda, mas falava que não dava mais. Um dia mandaram uma foto do meu marido e ele estava namorando, nessa hora meu mundo caiu, aí pensei agora não adianta lutar mais, ele parecia a pessoa mais feliz do mundo, perguntei para ele, e ele me pediu perdão, mas queria tentar ser feliz. Aí eu sem direção de Deus comecei a fazer tudo errado, tudo ao contrário do que os vídeos e conselhos nos ensina, corri atrás, chorei, tinha dias que nem levantava da cama, saia da cama e deitava no chão clamando a misericórdia de Deus, e Deus sempre me mostrando “não desiste”.

Sentia uma dor terrível, meu esposo escondia o máximo o relacionamento e sempre dizia que iria largar a namorada e voltar para a família, mas não conseguia, eu sofria demais. Devagar as coisas foram se ajeitando para mim, a dor foi embora a tristeza também. Um dia ele chegou e disse que iria largar a outra mulher (OM), que queria a família, que me amava e aparentemente, para as outras pessoas eu não tinha mais chance, o Facebook dela mostrava um namoro muito firme, eles pareciam muito apaixonados, mas eu não desistia.

Teve uma festa na minha cidade, ele largou dela e veio correndo para a casa, eu não sabia como agir porque ele disse que quando ele foi embora era para dar certo, então ele iria ficar triste uns dias, mas sabia que ia passar e pediu paciência. Eu não consegui ter paciência, era Deus me mostrando que não era a hora. Com três dias eles voltaram o relacionamento, nossa meu chão caiu, eu moro no interior e ele trabalha na capital, no dia que foi trabalhar voltou com a moça. 

Eu pensei em desistir, mas Deus me deu mais força ainda, por um tempo continuei correndo atrás, depois prossegui. Um dia orei e dormi tive um sonho e no sonho o pregador olhava para mim e dizia “mulher não temas eu ressuscito mortos”, aí me levantei em pé mesmo clamei “Deus não consigo, minhas mãos não alcança o coração do meu marido, só você pode Deus e você me disse que ressuscita mortos” então eu declaro a morte desse casamento”, entendi que para ter a ressurreição não ia adiantar eu ficar com aquilo morto na minha mão deveria fazer igual a Sunamita entregar para quem me deu, só Ele poderia ressuscitar o que estava morto.

Continuei a orar, jejuar, ir para igreja glorificar a Deus e se alguém perguntasse sempre dizia igual a Sunamita “tudo vai bem”. No outro dia que fiz essa oração meu esposo ligou e me disse, o que dizia sempre, “que queria a família, que parecia que não, as vezes parecia que não sabia o que estava fazendo”, só falei na hora você vai saber porque nada que eu falasse iria mudar e aparentemente o namoro dele parecia um mar de rosas, então só confiava em que Deus me dizia. Aí ele veio agora no começo de dezembro de 2017, fez o que sempre dizia que ia fazer, voltar para a família.

Eu não perguntei nada irmãos, só confiava no que Deus sempre dizia porque eu sabia que o homem é enganoso, mas Deus não é, a palavra dele não volta atrás e a Bíblia e a maior revelação, Deus é um Deus que restaura e não que substitui um esposo por outro, Ele quer mudar o seu relacionamento, e só buscar nas escrituras como agir, é um manual de vida, tem tudo lá, irmãos. 

Meu esposo voltou ao lar, tenho um filho de 9 anos maravilhoso, que está muito feliz também com nossa família restaurada por Deus. Deus é o Deus do impossível, para mim já estava derrotado meu casamento, realmente meu esposo estava morto, mas o nosso Deus ressuscita mortos, e ressuscitou o nosso amor, nossa família. Eu sei que tem muito mais, mas a minha dependência está em Deus, se tenho algum problema vou falar com Deus, não reclamo com meus esposo ou pessoas, falo direito com Deus e Ele sempre me responde como agir. A adaptação às vezes deixa a gente sem saber o que fazer, mas converso com o Pai e sempre sou ouvida e respondida. 

Irmãos não desistam do seu casamento, por mais difícil que seja, vejam os vídeos da Sol, da Ágatha, da Juliana, me ajudaram muito e foram muito usadas por Deus, mas principalmente leiam a Bíblia, ela é a palavra viva de Deus, Ele fez o que todos achávamos que era impossível, queria agradecer as meninas do grupo Restaurar, a Cirlene do grupo que tenho um contato maior, com ela meus pastores, algumas irmãs de oração, minha mãe, minha irmã Gisele que nossa, antes de mim mesma não tinha desistido de orar pelo meu casamento, minha sogra, minha cunhada Eliza, glória a Deus pela vida de vocês!!!

Deus não desiste de ninguém, irmãos creiam Ele não é um Deus de longe, Ele está a porta e bate, não tem outro caminho, é estreito e dolorido, mas te leva a salvação, a paz do Senhor. Se precisarem pode me procurar no email.

Gislaine Santos 
giregente@hotmail.com 

domingo, 7 de janeiro de 2018

Quando estava no fundo do poço Deus me resgatou e restaurou a minha família




Quantas alegrias o Senhor tem nos proporcionado nesse tempo de blog, a cada testemunho fico maravilhada com a forma que Deus age e opera na vida das pessoas, hoje glorifico a Deus pela restauração do casamento da nossa querida irmã e mascotinha do grupo, Ananda, como essa notícia me deixa feliz!!! Desde o primeiro contato vejo o agir de Deus na vida dela e dos seus familiares, foi um deserto de aprendizado com períodos de muitas angústias por questões de doenças, privações e perseguição religiosa, mas também um rico período de busca por Deus, conhecimento da palavra e entrega espiritual.   

"Ananda, hoje podemos comemorar o que já sabíamos que iria acontecer, Deus te abençoou com uma nova oportunidade de ser uma verdadeira esposa, aquela que zela pelo seu lar, que é graciosa com o marido e cuida dos filhos, você mais do que ninguém se enquadra na mulher de provérbios 31, seu crescimento foi estrondoso e fruto do seu amadurecimento espiritual. Louvo a Deus pela sua vida, que essa luz que brilha em ti alcance a todos que te cercam, você é especial, que Deus abençoe sua casa e sua família!!!".

Sol
................................................................................................................

Começo o meu testemunho glorificando o nome do senhor, “não só pelo que tu faz Pai, mas por tudo que tu és, não tenho palavras para expressar o que Tu és para mim, Deus Fiel!!!” Quando eu pensei não haver mais saída para minha vida, quando estava lá no fundo do poço, o Senhor me mostrou que sempre esteve ao meu lado.

Vou contar um pouco da minha história em novembro de 2015 minha filha tinha 3 meses quando meu marido resolveu sair da Bahia para vir morar no Rio de Janeiro para trabalhar e poder nos dar um futuro melhor. Não demorou muito ele ligou terminando tudo que tinha comigo, quando descobrir o motivo era uma moça que ele estava extremamente apaixonado. No momento me desesperei, depois reconheci que não poderia fazer nada sozinha e comecei a buscar o Senhor.

Pesquisei na internet sobre casamentos destruídos foi quando encontrei um site conhecido por aqueles que buscam a restauração e ali aprendi muito, li o livro “Como Deus pode e vai restaurar seu casamento”, e não demorou muito estava com meu casamento restaurado em apenas três meses e morando no Rio de Janeiro. Depois disso, eu e meu marido estávamos bem, frequentávamos a Igreja Católica, porém eu com a minha cegueira e ciúmes não deixava ele ver realmente o meu papel de esposa. 

Comecei a relaxar com as coisas de casa, a dar ordem em meu marido e brigar por tudo, ficava reclamando, jogando as coisas na cara dele, o ciúme era tanto que até mesmo na igreja ele não podia dar um "oi" a ninguém que eu já estava com a cara emburrada. Depois disso, resolvi não querer ficar mais no Rio com ele, resolvi voltar para Bahia. Para terem noção, ele voltou comigo mesmo tendo que ficar longe da família dele, novamente fato que lhe entristecia.

Nos afastamos dos caminhos do Senhor, lembro até do dia que meu marido falou para mim: “você quer ser Deus na minha vida, mas o lugar que é dele você nunca vai tomar”. Nisso não demorou muito ele começou a esconder o celular de mim, descobri algumas coisas e acabamos brigando, ele resolveu voltar para o Rio de Janeiro em 12 de março de 2017. 

No início achei que seria um alívio até comecei a buscar na internet forma de esquecê-lo, eu também estava com vergonha de Deus, por isso não recorri logo a Ele. Porém, não demorou muito para o Senhor me trazer de volta ao centro da vontade Dele, que era lutar pelo meu casamento. Foi quando me encontrei no deserto e olha mesmo meu primeiro deserto tendo sido escaldante, não aprendi a lição rsrs, então Papai me trouxe ao deserto novamente para me mostrar que Ele tem que ser o primeiro em minha vida, meu primeiro Amor, te amo Senhor, tu és Fiel! "Te agradeço Senhor por ter me trazido ao deserto!!".

"Você me leva ao deserto pra falar de amor
Me deixa passar pelo vale pra mostrar que está comigo
Me põe no meio da tempestade, pinta um arco-íris
Pra me dizer no fim que a Tua fidelidade não acabou" (louvor Ministério Zoé) 

Não digo que foi mais fácil por já ter dado umas voltas no deserto, porém entendi o real motivo de estar nele tinha deixado o meu primeiro Amor.

Nisso comecei buscar pelo meu casamento e quando ao buscar na internet fui direcionada ao blog da Sol, onde encontrei auxílio e muito amor, isso em abril de 2017 e naquele momento era só meu casamento que importava, então isso me deixava cega às vezes até me desesperava por já ter vindo de um relacionamento anterior, do qual tenho um filho.

Então tinha dúvidas se era realmente esse relacionamento que o Senhor queria restaurar, e nisso pedi um sinal ao Senhor, orei, jejuei por um mês para que o Senhor me respondesse e em forma de sinal pedi a Deus que me desse uma Bíblia. Faltando alguns dias para terminar meu jejum, ganhei a Bíblia e a partir dali sentei e conversei com o Senhor que não iria mais desistir.

Lembro bem da conversa falei a Ele, “pai no meu coração ainda restam as feridas do meu primeiro deserto, daquela moça que esteve com meu marido por um tempo, se for da tua vontade não permita mais que entre nenhuma mulher na vida dele, a não ser eu. Quero começar a nossa nova vida sem nenhuma mácula", e assim até o dia de hoje tem sido. Nisso, conversando com a irmã Rosy, ela me mandou um livro chamado “O louvor que Liberta”, a partir disso, tudo mudou em minha vida, não me importava mais o que meu marido fazia, em tudo eu louvava ao Senhor, pois sabia que Ele iria cumprir, não tão rápido como foi eu achava, pois sabia que ia demorar muito, ainda faltava algumas coisas serem mudadas, não no meu marido, mas em mim.

Porém, quando meu marido foi embora desde o início falava que em dezembro buscaria nossa filha para passar um mês com ele no Rio de Janeiro, e também para ela fazer uma cirurgia que precisava. No começo eu relutei, porém depois confiei, entreguei ao Senhor, então já tinha esquecido dessa viagem, até meu marido falar que não ia ser mais viável ele buscar ela e nem eu ir. Quando tive essa notícia, orei com minhas irmãs, minhas queridas Princesas do Senhor que se fosse da vontade do Senhor essa viagem iria acontecer.

Passado um tempo meu marido falou para eu ir ao Rio levar minha filha, de início relutei, falei que não era mais preciso, pois já tinha conseguido a cirurgia dela (ela está bem agora ,mas no deserto minha filha passou por muitos problemas de saúde e o Senhor sempre esteve presente ao meu lado), porém meu marido deu essa resposta, “independente da cirurgia, eu quero vocês aqui comigo para passar um mês e não te quero aqui como ex, você nunca foi minha ex, te quero aqui como minha esposa, mesmo que seja por um mês”.

Viajamos no dia 08 de dezembro de 2017, com bagagem de um mês, não porque não confiava que meu Senhor iria fazer a obra, mas porque não achava que estava pronta. Porém, a vontade do Senhor era de restaurar, logo quando cheguei meu marido pediu que eu não fosse mais embora, e para honra e glória do Senhor hoje meu casamento está restaurado. Não ganhei só meu casamento restaurado, até meu relacionamento com meus pais e sogros foi restaurado.

Hoje meu marido é o sacerdote do meu lar, eu mudei, mas meu marido mudou muito, o que o senhor ainda não mudou em nós é porque eu creio que Ele vai trabalhar nisso com a gente junto. Meu marido que nunca tinha feito planos futuros me incluindo, quer se casar comigo legalmente ainda esse ano, formalizaremos nossa união na lei dos homens e na igreja em nome de Jesus será no próximo. Estamos usando aliança, algo que em 3 anos de casamento nunca tinha acontecido, e agora sem eu pedir ele foi lá e comprou. Estou sabendo usar o "Ganhe sem palavras, rsrs”, até quer ter mais filhos comigo, para fazer isso tudo só esse Deus Maravilhoso!

Quero agradecer as minhas irmãs Sol, Rosy, Josy, a minha querida irmã Thaís (essa vitória também é sua, logo quero ler seu testemunho), ao Rubem e minhas irmãs, amigas não posso dizer em palavras o quanto amo vocês minhas princesas Laís, Kirla, Cris, Poly, Gabi, Gerusa, Conceição, Joseisa, Rúbia, Carla, Lete e aos demais irmãos digo, amo vocês!!! Vale a pena cada lágrima derramada!

Termino dizendo Deus é fiel!

"O maior pintor do mundo está pintando a minha história, ela não tinha cor, a cruz, o pincel do autor!"

Ananda Oliveira Bonfim
anandaoliveira2209@gmail.com

quinta-feira, 4 de janeiro de 2018

Deus ouviu o meu clamor e restaurou o meu casamento


Fechamos 2017 com chave de ouro, muitos testemunhos, muitos milagres e o melhor menos famílias destruídas. Hoje é o dia da nossa amiga e irmã Flávia contar o seu testemunho para dar força aos que ainda estão buscando a restauração. Digo com toda certeza que esse testemunho é rico em detalhes e comprova minuciosamente o poder de Deus na vida dos que o buscam de sincero coração. 

"Flávia estou muito feliz com a restauração do seu casamento e principalmente, pelo seu amadurecimento espiritual, de uma pessoa que era totalmente ansiosa vejo hoje, uma mulher sábia que coloca suas esperanças em Deus e aguarda o Seu agir. Que Deus abençoe sua família e que a cada dia vocês se fortaleçam ainda mais no Senhor para que seu casamento seja forte e imbatível. A força de Deus é o nosso refúgio, se abrigue nEle quando precisar, tenho certeza que o matrimônio de vocês está firmado na rocha."

Sol
................................................................................................................

“Ninguém, pois, acende uma candeia e a cobre com algum vaso, ou a põe debaixo da cama; mas põe-na no velador, para os que entram vejam a luz” (Lucas 8:16).

Durante o meu tempo de espera e de entrega ao Senhor, procurando respostas para tantos questionamentos, me deparei com este versículo e meditei durante dias sobre ele e então na maioria de minhas orações clamo a Deus que me faça uma candeia dentro do meu lar.

“A goteira contínua num dia chuvoso e a mulher rixosa são semelhantes” (Provérbios 27:15).
Tenho um casamento de 20 anos, com muita cumplicidade, lutas e vitórias,  louvado seja Deus!!!. Nós não brigávamos e um sempre apoiava o outro, porém um hábito que meu esposo carrega e que sempre me incomodou foi a raiz de toda a discórdia: ele gosta de beber. E eu sempre estava falando com ele sobre isso, agi com muita falta de sabedoria e sempre dizia ao meu marido que ele estava acabando com nosso casamento, que eu não estava feliz com o comportamento dele, dizia a ele que era um mal exemplo para nosso filho e que eu achava que ele não estava feliz, ou seja, parecia uma goteira em dia chuvoso. 

Isso ocorreu por diversas vezes. Porém, ele não falava nada, as vezes maneirava um pouco no consumo, as vezes bebia mais ainda. Ultimamente, antes de começar o meu deserto, ele estava bebendo muito e misturando bebidas e isso não estava fazendo muito bem para a saúde mental e física dele. Eu avisava, pegava as bebidas e jogava fora, mas nada disso adiantava.

Até que um dia, a nossa situação já não estava muito boa e ele estava cada vez mais frio comigo e acho que eu com ele também, eu descobri que ele estava com conversas indevidas no whatsapp com uma mulher, e ai mais uma vez eu agi sem sabedoria e a ruína começou de forma assustadora em meu lar. Foi terrível, mas neste primeiro momento ele pediu perdão, disse que havia sido um deslize da parte dele e que não aconteceria mais, disse que ia diminuir a bebida e que era para vivermos bem e que era para eu esquecer tudo aquilo e que iríamos cuidar de nosso filho (nosso filho tem 16 anos) – isso aconteceu em junho/2017. 

Eu disse que tudo bem, que perdoaria, mas fiquei insegura com tudo e cobrava muito dele, e ele estava muito frio comigo, eu sabia que ele ainda estava conversando com a tal mulher e mesmo sabendo que ela morava 500 km distante de nossa casa, parecia que ela estava ao nosso lado. Mas a vida foi seguindo e no final de julho minha avó adoeceu repentinamente e eu fui em um domingo a noite ficar com ela no hospital e meu filho e meu marido ficaram em casa. Pra mim estava tudo bem, quando cheguei todos já dormiam, no outro dia chamei meu filho para ir para a escola e o levei e fui trabalhar, mas percebi que algo estranho havia acontecido. 

Perguntei ao meu filho e ele disse que não tinha acontecido nada, perguntei ao meu marido e ele disse a mesma coisa. Depois que meu marido saiu para trabalhar, insisti com meu filho até que ele contou que havia visto uma conversa do meu marido com a tal mulher no telefone e que eles haviam discutido. Liguei para o meu marido na mesma hora e acabamos falando coisas um para o outro que não precisavam ser ditas naquele momento. Desse dia para frente meu marido se transformou em uma pessoa que eu nunca tinha visto antes, totalmente opresso. E tudo só foi piorando. 

Eles ainda não haviam se encontrado, até que no dia dos pais (em agosto) ele disse que ia lá na terra dele e não nos chamou para ir, eu sabia que ele ia encontrar com ela. E assim foi. Ele voltou, e ainda ficou em casa até setembro. Eu sempre tentava conversar com ele, mas nada do que eu falava adiantava. Até que um dia, com muita raiva e zero de sabedoria, eu tirei a aliança e entreguei para ele e disse que daquele jeito não dava e que se ele não parasse de beber que nosso casamento acabaria ali, mas que ele poderia pensar e me falar. Quanta ignorância da minha parte, falar isso com uma pessoa totalmente oprimida pelo inimigo.

Pouco tempo depois percebi o meu erro e pedi perdão, mas ai já era tarde demais, o coração dele estava mais duro que ferro. Foram várias conversas e nada de melhora. Em setembro ele saiu de casa, mas continuava por perto, nunca deixou faltar nada em nossa casa. Já havíamos entrado com o pedido de divórcio, que graças a Deus até hoje não saiu.

Esse tempo foi de muito choro, sofrimento, noites acordadas, mas também de muita busca, jejum e oração. Eu estava muito confusa, e ao mesmo tempo que clamava ao Senhor pela restauração do meu casamento, buscava também por informações e ajuda de como viver bem depois da separação. A minha mente estava muito confusa. Mas a oração tem poder, e orando e lendo a palavra o Senhor colocou no meu coração o desejo de lutar pelo meu lar. 

Abandonei de vez todos os artigos que estava lendo sobre como superar a separação e comecei a buscar informações sobre restauração. Achei vários sites na internet e um deles era o blog da Sol. Mandei e-mail contando minha história e ela logo respondeu e enviou o link do livro “Como Deus pode e vai restaurar o seu casamento”, eu imprimi e li rapidamente. Achei tudo muito difícil, mas reconheci vários erros que eu cometia. Neste momento a minha ficha caiu: era tão errada quanto o meu marido, e entrei em um processo de culpa muito deprimente e só com oração consegui sair dele sem uso de medicamentos. Louvado seja o Senhor Jesus!!

Durante essa caminhada Deus usou muitas pessoas para falar comigo e uma delas me disse que eu deveria usar uma arma chamada adoração para vencer assim como Josafá venceu como relata em 2 Cronicas 20. Então comecei a adorar, jejuar e buscar pela minha própria restauração e também do meu lar. O Senhor colocou em meu caminho também um anjo chamada Deise, uma pessoa que já havia passado por tudo que eu estava passando e foi e ainda é usada de forma grandiosa por Deus para me consolar, me aconselhar, mais que uma irmã.

Apesar de ele estar sempre cuidando de mim e do nosso filho, houve tempos de distanciamento. O relacionamento com nosso filho estava frio, mas eu permaneci firme orando e conversava muito com nosso filho a respeito de perdão, pois essa situação muito me incomodava. Quando meu esposo aparecia em nossa casa, eu sentia que ele queria ficar, mas a opressão era forte e ele ia embora. Um dia ele disse que era para rasgarmos os papeis do divórcio, que ele queria voltar, mas ele ainda estava muito confuso e eu ainda não estava preparada, fiz algumas exigências e no outro dia ele silenciou e sumiu e quando eu liguei para ele a noite ele já havia mudado de idéia.

E o deserto seguia cheio de incertezas e dores, mas com muita oração e busca. Ele teve alguns problemas de saúde e ficou uma semana bastante debilitado e como sabia que eu estava fazendo campanha de oração, ele pediu para ir comigo em um culto e nós fomos. A pastora orou para ele e disse que Deus teria uma grande obra em nossa vida (ele não é convertido) e eu cri naquela palavra e redobrei minha busca. E aos poucos fui percebendo melhoras no comportamento dele e também no relacionamento com nosso filho. Depois de uma viagem para o interior que ele levou nosso filho a aproximação aumentou mais ainda e quase todos os dias ele ia em nossa casa. 

Até que no dia 27 de novembro ele me ligou (eu estava trabalhando) e disse que teria férias, se nós poderíamos viajar juntos. E eu disse prontamente, sem nem pensar, que sim. E comecei a providenciar nossa viagem. E tudo isso trouxe mais aproximação. Até que ele disse que depois que passasse todas as festividades de final de ano que ele voltaria para casa. Fiquei sem entender, mas disse que tudo bem. Mas a volta aconteceu antes, ele já foi ficando em casa e a vida foi ganhando ares de “normalidade”. A viagem aconteceu, nós viajamos em família e tivemos momentos ótimos, maravilhosos. Já regressamos ao nosso lar. Louvado seja o Senhor, Ele é maravilhoso.

Quando ele disse que iria voltar, ele me fez algumas exigências, como: não implicar com ele quando bebe, receber a família dele com carinho e deixar ele viver a vida do jeito que ele acha bom. Fiz somente uma exigência que era que ele não tivesse mais contato com a tal mulher. Sempre orei pedindo a restauração completa para meu casamento e isso incluía a minha restauração e a restauração e conversão do meu marido. Dizia a Deus que queria um verdadeiro sacerdote para o meu lar. 

O Senhor aprouve que ele voltasse ainda com os velhos costumes e isso muitas vezes me deixa insegura, mas tenho entregado tudo ao Pai todos os dias e sei que Ele é perfeito e completará a boa obra em nossas vidas. Hoje busco a Deus pela restauração completa do meu lar, pela libertação do meu marido e por sua conversão. Clamo a Deus que esteja sempre presente em minha vida, na vida do meu marido e no meu lar, que Jesus seja a terceira dobra do cordão, para que sigamos fortalecidos. Louvo a Deus por seus grandes feitos em minha vida e por todos os irmãos que conheci durante essa caminhada. Louvo a Deus por ter ouvido o meu clamor e continuo a minha jornada.

 Se o Senhor não edificar a casa, em vão trabalham os que a edificam; se o Senhor não guardar a cidade, em vão vigia a sentinela” (Salmos 127:31).

Hoje posso dizer que tenho um sonho, e o apresento no altar do Senhor todos os dias:

“Porém eu e minha casa serviremos ao Senhor” (Josué 24:15).
Quero que haja harmonia em meu lar, quero que o Senhor imprima o caráter de Cristo em meu marido e quero muito que vivamos um para o outro e ambos para Deus. E sigo orando como o Profeta Habacuque:

“Ouvi, Senhor, a tua fama, e temi; aviva, ó Senhor, a tua obra no meio dos anos; faze que ela seja conhecida no meio dos anos; na ira lembra-te da misericórdia” (Habacuque 3:2).
Quero que meu lar seja moradia do Pai Eterno, quero que meu lar resplandeça a luz do Senhor e quero ser a candeia que ilumina a minha casa com a luz que vem dos altos céus.

“Ainda antes que houvesse dia, Eu era, e nenhum há que possa livrar alguém das minhas mãos; agindo Eu, quem impedirá?” (Isaías 43:13).
Creio em um Deus que tudo pode!!!

“Ora, aquele que é poderoso para fazer infinitamente mais do que tudo quanto pedirmos ou pensamos, conforme o seu poder que opera em nós” (Efésios 3:20).

Flávia Honorato 
flaviapoh@gmail.com 

domingo, 31 de dezembro de 2017

Tive fé que testemunharia a restauração do meu casamento ainda em 2017


Quando escrevi o último artigo do blog, senti que teríamos muitas vitórias ainda nesse ano para comemorarmos, escrevi numa fé tremenda e sabia que Deus iria restaurar muitos casamentos, para honra e glória do Senhor estou contemplando esses milagres. Tem uma fila de testemunho para postar e com a graça de Deus sei que em 2018 teremos muitos outros. Estou muito feliz por saber que o casamento da nossa amiga Tamiris foi restaurado. 

Tamiris que Deus abençoe todos da sua família e que essa sua passagem pelo deserto seja um marco em sua vida, não de tristeza, mas sim de alegria por conhecer o quanto nosso Deus é maravilhoso. Você é privilegiada, foi atraída ao deserto para ficar mais próxima do pai. Que seus passos sejam guiados por Deus e que sua família benção, pois é preciosa aos olhos do pai. Sua fé foi de grande valia nessa travessia, então siga com fé, pois ela é sua força para vencer os obstáculos da vida. Sua fé te salvou!!!

Sol

..............................................................................................................

Meu nome é Tamiris, tenho 29 anos e sou casada há 6 anos. Sou evangélica, mas acredito que sempre fui uma crente 3 "S" ( segura, salva, sossegada rs), achava que estava tudo bem, já que eu era batizada, era frequentadora aos Domingos, era casada na igreja... enfim achava que eu poderia me considerar uma boa cristã. 

Meu marido é do tipo de homem que dá prazer em dizer que: Sou casada com este homem! Ajudador nas tarefas de casa, amigo, parceiro, ótimo pai, filho maravilhoso e marido exemplar. Nosso relacionamento começou bem rápido, foi um início maravilhoso, temos duas princesas lindas e sempre nos demos muito bem.

Com o passar dos anos, vieram as inúmeras responsabilidades com a casa, sempre focamos no bem do nosso lar. E para fazermos uma reforma, decidi então arrumar um segundo emprego para assim aumentar nossa renda. Eu já trabalhava de segunda a sexta e com esse segundo, passei fazer folgas como babá aos fins de semana. Grande erro! Às vezes na intenção de acertar acabamos errando.

E foi nessa brecha que então o inimigo se instalou. Eu já não mais tinha tempo para minha casa e nem para minha família, o salário que havia dobrado, nós já não conseguíamos ver o cheiro. A igreja? Ah, essa ficou para irmos um dia durante a semana quando desse. O dízimo? Ele já não dava mais e eu nem se fala.

Passei a ser uma mulher rixosa, reclamava de tudo e de todos, já que eu ganhava tão bem quanto ele, porquê não querer falar mais alto que ele também? Nessa ficamos de Maio à Julho, neste período meu marido já havia se calado de tudo, já não conversávamos mais e dormíamos como dois amigos. Em agosto e setembro as coisas se tornaram piores, já não conseguíamos olhar um no olho do outro e tudo o que ele fazia me irritava,e vice e versa.

No dia 24 de setembro, quando eu voltava do meu serviço de folguista, meu marido me chamou para conversar e disse que iria embora de casa. Não acreditei, mas também não pedi para que ficasse, acreditei que aquilo era o certo à ser feito. Então com mansidão e sem briga, com toda educação, ele pegou um pouco de roupa e foi para a casa da mãe dele. A minha ficha só caiu no dia seguinte...

Foi desesperador! Ali eu entendi que havia perdido, então fui levada à um deserto tão dolorido, tão sangrento, era uma dor que me sufocava à alma.No dia 27 do mesmo mês, minha irmã me chamou para ir à igreja. Eu estava magoada, e achava que tinha feito tanta coisa ruim que Deus não queria falar comigo, até um colega de trabalho o inimigo usou para que eu me sentisse pior do que já estava.

Eu voltei pra onde eu jamais deveria ter saído, larguei meu segundo emprego, comecei a buscar à Deus como nunca havia feito. Durante minha fase de deserto busquei em vídeos no Youtube algo para me confortar, no início eu não queria ajuda, mas sim algo pra tratar o meu coração. Foi então que eu assisti um vídeo chamado: Como aplicar o deixar ir. Para mim foi um pontapé inicial, já que eu não entendia como fazer isso.

Me inscrevi no canal e passei a receber todos os vídeos de restauração e concelhos. Encontrei na descrição dos vídeos o e-mail da Sol, então rapidamente escrevi para ela. Não tinha certeza se ela me responderia, mas eu estava tão aflita por ajuda que resolvi mandar sem esperar. Para minha surpresa, em um dia que eu estava mal e pensativa, fui olhar meu e-mail e lá estava a resposta dela. Nossa que alegria!!! Li em 3 dias um livro que ela me passou chamado: "Como Deus pode e vai restaurar seu casamento". Que livro!!!

Dali tirei e até mesmo agora tiro idéias de como me comportar, o que eu fazia e já não posso mais fazer... um livro perfeito que me ajudou muito a ter novamente esperanças. Depois que entrei no seu Blog Restaurar Casamentos, cada testemunho funcionava pra mim como degrau, era cada um que eu me alegrava em ler, eu lia um por um e em meu coração acendia a chama de que um dia seria o meu a ser publicado mesmo que fosse o último do ano!!!

No primeiro jejum do ano que participei, no dia 12 de outubro, Deus me revelou que estava ao meu lado e que mal algum eu iria me tocar. Meu marido vinha todos os dias em casa, já que as nossas filhas estavam sentindo um vazio muito grande. Elas estavam sofrendo e cada noite eu ouvia suas orações pedindo para que papai do céu trouxesse o papai de volta pra casa, essa era a pior hora do dia, olhar pra elas sem saber dizer nada.

Então, quando eu realmente estava bem comigo mesma, digo comigo porque Deus me moldou todos os dias. Tinha dias que eu não sabia como eu estava de pé, nesses dias sentia nitidamente o Senhor me carregando em seus braços. No dia 12 de novembro, senti forte no meu coração o desejo de fazer parte da escolinha dominical da minha igreja, à essa altura eu já não sentia mais dor, mas uma grande saudade do meu esposo.

Em minhas orações eu pedia para que meu marido voltasse antes do dia 14 de dezembro, pois era nosso aniversário de casamento. Mas, já não estava tão forte esse desejo. Eu orava e parecia que nada acontecia, eu estava com uma fé enorme no coração, mas ao mesmo tempo eu já não tinha tanta certeza.

Quando comecei a me mover para a obra, o inferno se levantou com fúria, aceitei no domingo a minha missão e na terça-feira dessa mesma semana, recebi uma mensagem do meu marido avisando sobre o divórcio. Nossa, ali senti o agir de Deus, pode parecer estranho, mas foi depois dali que eu percebi que minha Vitória estava mais próxima do que eu imaginava. 

Orei e clamei ao Senhor como nunca tinha feito antes. Dei um pulo e um grito de alegria e apenas respondi ao meu marido, que ele poderia resolver e me que me avisasse sobre a hora de assinar os papéis. 

Irmãos, eu estava em êxtase por fora, eu não sabia se chorava ou se sorria, era muito forte a convicção que era Deus mandando eu me acalmar que tudo ficaria bem. No dia seguinte ele veio com os papéis para eu assinar, sim, no dia seguinte, temos um amigo que é advogado e o mesmo o ajudou, mas eu sabia que era o diabo se apressando com tudo. Ele sabia exatamente que tinha pouco tempo... Deus seja louvado! Pois, o inimigo se levanta pra cair!!!

Conversamos e eu disse que não assinaria aqueles papéis, já que era sobre divórcio consensual, aquele que ambas as partes estão de acordo. Ele relutou pois, se fosse de outra forma ele teria que gastar mais de R$ 5 mil reais para fazê -lo. Eu apenas avisei que se fosse da vontade de Deus àquele divórcio, ele não iria precisar gastar um centavo e eu assinaria. 

Nessa mesma noite fiz uma grande oração para que Deus o inclinasse o seu coração para ele e no dia seguinte meu marido estava na igreja, não na nossa, mas ele estava voltando para os caminhos do Senhor.

Uma semana depois ele estava na nossa igreja comigo, depois que eu havia lhe feito um convite, na segunda semana ele já estava me perguntando a hora do culto e na terceira semana ele já estava nos braços do Senhor!!!!!!!

No dia 8 de dezembro após fazer uma visita às nossas filhas e conversar comigo sobre tantas coisas, inclusive sobre a palavra de Deus, ele me abraçou e disse que me amava, meu marido estava de volta à nossa casa!! No dia 14 de dezembro pudemos comemorar com tanto amor nosso aniversário de casamento.

Meus irmãos, nunca deixem os caminhos do Senhor por coisa alguma, hoje o dinheiro que eu perdi depois de ter saído do meu segundo emprego não me faz falta, pois o Senhor não deixa faltar.Todas as coisas cooperam para o bem e entendo que meu deserto veio para me ensinar.

Busque nesse momento intimidades com o Senhor nosso Deus, faça desse seu momento, um tempo seu, acredite que deserto vem para nos moldar, somos barros nas mãos do olheiro. Dói, mas a gente aprende à colocar as coisas no lugar. Tudo é no tempo Dele, só Deus sabe até onde podemos chegar, confie e espera em Deus, Ele sabe a hora certa de entregar sua Vitória!

Louvado e exaltado seja o nome do Senhor! Muitas outras coisas eu passei mas quero registar aqui as maravilhas que o Senhor fez em minha vida, a restauração da nossa família!!!Nossas filhas estão felizes em nível máximo. 

Entrega tudo nas mãos de quem sabe o que faz. Família é projeto de Deus e o que Ele Uniu, ninguém o separa. Fomos levados ao primeiro e único amor, formamos o cordão de três dobras e esse não se quebra.

Eu não sabia, eu não esperava ... E assim Deus fez, Deus permitiu!! Digno de toda honra e toda Glória!

"Nem olhos viram, nem ouvidos ouviram, nem jamais penetrou em coração humano o que Deus tem preparado para aqueles que o amam" (1 Coríntios 2:9).

Um feliz 2018 à todos!
Creia e confie somente no Senhor!

Tamiris Silva
tamirissilva0719@gmail.com

sexta-feira, 29 de dezembro de 2017

Deus me deu o melhor presente de Natal, restaurou meu casamento


Não encerrou o ano e recebemos um presentão do nosso amado Pai, a restauração do casamento da nossa irmã Joyce, quanto tempo ela esperou, orou, jejuou e principalmente, confiou plenamente no Senhor. Lembro-me quando ela triste me falou do divórcio, mas ao invés de murmurar ela disse que iria orar e jejuar durante 31 dias, fiquei impactada por tamanha fé.

"Joyce esse é o cumprimento de algumas promessas do Senhor na sua vida, creio que ainda há muitas que irão se cumprir e como Deus é fiel, sabemos que todas sem exceção virão no tempo certo. Estou muito feliz minha amiga, sei o quanto lutou e o quanto esperou por esse dia, o divórcio foi apenas para deixar seu milagre mais estupendo e para provar que a última palavra vem de Deus, já que muitos pensam que o divórcio é o fim. Que Deus abençoe seu casamento e que seu testemunho seja benção para sua família e todos ao seu redor." 

Sol
................................................................................................................
Esperei com paciência no SENHOR, e ele se inclinou para mim, e ouviu o meu clamor. Tirou-me dum lago horrível, dum charco de lodo, pôs os meus pés sobre uma rocha, firmou os meus passos. E pôs um novo cântico na minha boca, um hino ao nosso Deus; muitos o verão, e temerão, e confiarão no Senhor. (Salmos 40:1-3)
E com imensa alegria e gratidão a Deus, que venho testemunhar o quanto Ele é Fiel a aquele que se entrega a Ele, e espera com paciência no Senhor. A minha luta começou no início do meu casamento, eu tenho filhos de um relacionamento anterior, no começo tudo foi festa, depois de um tempo minha família se achava no direito de interferir na educação das crianças e tirar toda a autoridade do meu marido sobre o nosso lar e assim o inimigo foi trabalhando, mas Deus jamais permitiu que ele tocasse no que eu sentia pelo meu marido e no sentimento dele por mim.

Foram quatro anos de lutas, cheguei a perder a guarda das crianças, mas jamais perdia a confiança em Deus e por falar nEle, cresci em um lar que não tinha definição de religião, aos 10 anos fui batizada na católica, mas logo depois minha vó e minha tia sempre nos levava nas igrejas (Cristã) na qual ambas frequentavam. Bom foi em uma delas que eu conheci o meu marido, na realidade o conheci na infância, mas não convivíamos, na adolescência fomos nos reencontrar e descobrir que tínhamos uma história juntos já adultos, história essa escrita por Deus!! 

Em dezembro de 2015 minha família viajou para outro estado e quando voltaram, avisaram que eu tinha duas opções ou largava do meu marido ou eles iriam se mudar e levar as crianças, então em comum acordo com meu marido em 11/01/2016 ele saiu de casa, foi aí que fui procurar maneiras de reaver a guarda das crianças e amparo para ter meu marido de volta, mas Deus nos leva ao deserto para termos um encontro com Ele. Um ano antes de me casar quando reencontrei meu marido e comecei a namorar, eu tinha acabado de me “converter”, porém quando Deus me deu o que eu tanto pedia que era um companheiro, a primeira coisa que eu fiz foi abandona-lo.

O Pastor da igreja que eu frequentava com minha família dizia que meu casamento não era de Deus e assim fui me esfriando, meu marido sempre sugeria que eu fosse para a igreja com a mãe dele, mas eu não ia. Logo que ele saiu de casa fui convidada pelo mesmo Pastor que dizia que meu casamento não era de Deus a participar de uma sessão de filmes na igreja ao qual passaria o “Quarto de Guerra”. Minha família fez de tudo para que eu não fosse, pois já sabiam o conteúdo, mas como nosso Deus não é limitado usou uma colega de trabalho (Cristã) a me dar uma cópia do filme para que eu assistisse em casa, foi ali que as minhas escamas foram caindo e eu resolvi buscar uma igreja e seguir a Deus incondicionalmente.

Lá encontrei abrigo que eu tanto buscava, mas me faltava informações e fui buscar na internet, pois já tinha exposto demais os nossos problemas, e não tive solução, foi quando encontrei o livro como “Deus pode e vai restaurar seu casamento”. Já fazia seis meses que não tinha mais contato com meu marido, a partir desse momento ele começou a me procurar, tínhamos intimidades, mas ele não abria mão da vida que estava levando. 

Em janeiro deste ano quando fez um ano de separada, encontrei o blog Restaurar Casamento e Deus me presenteou com o grupo Restaurar, ao qual me trouxe luz, aprendi muita coisa e aprendo todos os dias. Fui aprendendo a descansar no Senhor, em setembro de 2017 meu marido já estava há um tempo com uma outra mulher (OM) e pediu o divórcio, ali eu me entreguei a Deus fiz um propósito de 31 dias e jejuei e busquei a face do Senhor. Ele com sua misericórdia me mostrou muita coisa que eu ainda errava, votos que eu tinha me esquecido e que imediato comecei a pagar.

No dia 08 de outubro de 2017, estava indo para a igreja com minha filha quando ao passar por uma porta de outra igreja recebi um papelzinho enrolado com uma bala que dizia “O tempo é chegado”, dizia ele. "O reino de Deus está próximo. Arrependam-se e creiam nas boas novas” (Mateus 3:2), me agarrei nessa palavra e na semana seguinte assinei o divórcio. Quando saímos da audiência ele quis me trazer em casa, e ao nos despedirmos eu roubei um beijo, estava tão em Paz e Feliz, que um papel não mudaria a pessoa que Deus me transformou naqueles dias. Uma semana depois meu marido me mandou uma mensagem dizendo que ficou pensando no beijo, tentava marca de nos encontrar e nunca dava certo, mas eu já não me desesperava, somente confiava no Senhor no dia 21 de dezembro nosso amado irmão Douglas, integrante do Restaurar, me convidou a juntar-me a um grupo de pessoas para jejuar, e naquele momento o espírito santo me disse “vou fazer algo grande”.

Jejuamos no dia 22 de dezembro e o espírito santo continuava a me preparar. Na véspera de Natal teve culto na igreja ao qual congrego e uma das orações foi feita pela minha sogra, mais uma vez o espírito santo falou” estou atendendo ao pedido do coração dela”. Fui e passei a virada de natal com minha família, mas voltei pra casa. Amados Deus nos surpreende, acordei e peguei o celular para ver as horas e tinha cinco ligações perdida do meu marido. Retornei a ligação e me encontrei com ele, me contou que teve uma briga com a OM, mas não foi uma briga qualquer em pleno dia de Natal o Senhor colocou uma cidade inteira de pernas para cima, para que houvesse o fim desse relacionamento e meu marido voltasse para casa. 

Amados, Ele nos ama com um amor que não tem tamanho eu tão pequenininha e vocês não tem noção do tamanho da repercussão que essa briga teve, só para que Ele atendesse as minhas orações e para que o nome dEle fosse glorificado. Eu queria colocar nos corações de vocês um pouco da minha gratidão por Deus, não tem tamanho e Ele não para de me abençoar, o aniversario era dEle e quem ganhou o presente fui eu, mas não pense que foi fácil, estava mais fácil ficar no deserto do que romper essa barreira e sair dele. 

É uma luta diária e constante, meu marido ainda me chama pelo nome e hoje pela manhã depois de 717 dias ele disse que me amava. Ainda lamenta o que aconteceu com a OM, não pelo sentimento, mas pela repercussão que teve, esta muito depressivo, mas o Senhor tem colocado no meu coração um amor incondicional por meu marido, amor ágape, aquele de 1 Corintios 13:7 "Tudo sofre, tudo crê, tudo espera, tudo suporta".

Não desistam da sua família, daquilo que você pede a Deus todos os dias, não se apeguem a tempo, Ele usa esse tempo para te moldar, deixe ser moldada por Ele, quando a prova surgir você será aprovado. 
"Não temas, porque eu sou contigo; não te assombres, porque eu sou teu Deus; eu te fortaleço, e te ajudo, e te sustento com a destra da minha justiça" (Isaías 41:10).
A Ele toda Honra e toda Glória!!!

Joyce Moura
joycemoura45@gmail.com